O meu animal tem um nódulo. E agora?

Publicado em 10/10/2022 por Cristina Barroso

Tal como acontece com os humanos, o aumento da esperança de vida dos nosso animais de companhia, veio trazer um aumento no aparecimento de algumas patologias, como, por exemplo os nódulos. 

Os nódulos podem ter muitas origens, podem ser benignos ou malignos, e podem interferir com a vida dos nosso animais, principalmente devido à localização. De um modo geral, deve sempre fazer-se citologia do nódulo para sabermos que células estão ali, se é maligno ou não e, de acordo com isso, planear a cirurgia que os tutores assim o desejarem. 

Por outro lado, existem nódulos que se desenvolvem nos órgãos internos como os pulmões, o baço ou o fígado. Estes nódulos só podem ser detetados à ecografia ou ao raio X, por isso é recomendável que os animais geriátricos façam, pelo menos, uma ecografia abdominal e um raio X de tórax de rotina anual, além do check-up analítico. 

De acordo com o resultado da citologia, poderá ser necessário partir para cirurgia, que deve ser discutida com o seu médico veterinário em termos de prós e contras, principalmente em animais mais velhotes. 

Assim, e para concluir, se detetar um nódulo no seu animal, deve contactar o seu médico veterinário para que se possa aconselhar da melhor forma. 

Espero que tenham gostado.

Um grande beijinho e até o próximo artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Compartilhe esta matéria!




  • Lives em breve.

  • Assine a Newsletter

  • Translate »